UNIESP lança a graduação semipresencial em Naturopatia

  • Seg, 29/Jan/2024

O Centro Universitário UNIESP, reconhecido por sua inovação acadêmica, está prestes a inaugurar um marco significativo na capital paraibana: o Curso Superior de Naturopatia. Sob a experiente coordenação da Dra. Jeane Odete Freire dos Santos Cavalcanti, o curso oferecerá uma abordagem holística única, alinhada à medicina integrativa.

A perspectiva integral do curso vai além da simples análise fragmentada do corpo, considera o ser humano como um todo. Jeane Freire destaca: "Nosso Sistema Holístico visa a superação de paradigmas, compreendendo o ser como um todo, onde suas características não podem ser explicadas simplesmente pela soma das partes. É algo incrível."

Com início previsto para fevereiro de 2024, o curso oferecerá conhecimento diferenciado, além de experiências valiosas para o desenvolvimento profissional dos alunos aderentes às demandas do mercado de trabalho atual.

 

Reconhecimento da Naturopatia como terapia complementar

A Naturopatia, reconhecida como terapia complementar, tem como objetivo tratar moléstias psiconeurofuncionais, musculoesqueléticas e energéticas, observando o ser como um todo. A coordenadora afirma que a Naturopatia é reconhecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS), integrando práticas autorizadas e subsidiadas para tratar, prevenir e reabilitar de forma integral e complementar.

Jeane Freire ressalta a importância da formação superior em Naturopatia na região. "Ser um profissional naturopata com habilitação de nível superior é uma grande oportunidade para nossa região. As exigências do mercado de trabalho e das políticas de saúde estão fazendo com que cada vez mais seja importante uma graduação nessa área", finaliza.

 

Oportunidades profissionais e empreendedorismo

 O Centro Universitário UNIESP valoriza a excelência no ensino de Naturopatia através de parcerias estratégicas que impulsionam a jornada acadêmica dos estudantes. Os formados terão diversas oportunidades profissionais, podendo atuar em Centros de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, empresas, institutos de pesquisa, gestão em órgãos de saúde e instituições de ensino. 

O curso promove o empreendedorismo e o trabalho autônomo, oferecendo uma ampla gama de possibilidades para os egressos. A Dra. Jeane Freire explica que a criação do Curso Tecnólogo em Naturopatia atende à crescente demanda por profissionais qualificados neste campo, identificando a necessidade de formação de nível superior diante da busca crescente por saúde física, mental e emocional.

Ao falar sobre a inclusão de temas contemporâneos, Jeane Freire mencionou o canabidiol, destacando que o assunto terá seu lugar na matriz curricular. "O tema é de alto grau de importância e terá seu espaço, especialmente quando discutirmos sobre curas pela natureza, como na Fitoterapia e Aromaterapia", finalizou.




MAIS NOTÍCIAS



Trabalho de professor do UNIESP é aprovado em importante evento da USP
12 Abr
Trabalho de professor do UNIESP é aprovado em importante evento da USP

Pesquisa assinada pelo professor Alessandro Pinon e pesquisadores da UFPB vai ser apresentado do Behavioral Science Lab 2024

INEP cita três cursos UNIESP entre os mais bem avaliados do país
12 Abr
INEP cita três cursos UNIESP entre os mais bem avaliados do país

A graduação em Ciências Contábeis está entre os seis cursos da Paraíba a ser avaliado com a nota Muito Alta

Editora UNIESP abre chamada de submissão para trabalhos para revistas Acta Scientia e Diálogos em Saúde
11 Abr
Editora UNIESP abre chamada de submissão para trabalhos para revistas Acta Scientia e Diálogos em Saúde

Os interessados têm até o dia 30 de abril para realizarem o envio